PortugalGay.pt Pocket!
Índice Notícias
SAÚDE: Testes em humanos de potencial vacina revolucionária contra o VIH
Qua, 18 Ago 2021

SAÚDE: Testes em humanos de potencial vacina revolucionária contra o VIH
A Moderna, que produziu uma das vacinas da Covid, pode estar prestes a iniciar testes em humanos para duas vacinas contra o VIH esta semana, de acordo com o registo de testes clínicos do Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos.

Segundo a Attitude As vacinas em causa devem usar a mesma tecnologia da vacina Covid produzida pela Moderna usando mRNA como forma de combater o vírus. Embora muitas pessoas tenham acesso a tratamentos bem-sucedidos para prevenir a infeção pelo VIH, como a PrEP, esta vacina tem o potencial de mudar drasticamente o tratamento do VIH.

Os testes podem durar até 2023 e envolverão 56 pessoas com idades entre 18 e 50 anos. Esses testes podem prosseguir depois que as vacinas da Moderna foram aprovadas nos testes de segurança no início deste ano, após serem testadas em um grupo reduzido de voluntários humanos.

As tentativas de desenvolver uma vacina têm se mostrado difíceis devido à variabilidade genética do vírus e sua capacidade de estabelecer a infeção em 72 horas. As vacinas que usam formas inativas do vírus não conseguiam produzir qualquer tipo de resposta imune.

As novas vacinas Moderna usam uma estratégia diferente com o RNA mensageiro da vacina a dar instruções às células da pessoa vacinada para gerar uma cadeia proteica semelhante à encontrada no Vírus da imunodeficiência humana, que atua como uma referência para que o corpo possa produzir anticorpos para combater o vírus. Este é um mecanismo similar ao das vacinas Covid-19 da Moderna e da Pfizer-BioNTech.

A tecnologia mRNA permite também que os cientistas façam ajustes na vacina com mais facilidade. Falando à Verywell Health em junho, o Dr. Rajesh Gandhi, presidente da HIV Medicine Association, disse:

A plataforma de mRNA torna mais fácil desenvolver vacinas contra variantes porque requer apenas uma atualização das sequências de codificação no mRNA para codificarem a nova variante.Com base no sucesso na proteção contra o COVID-19, tenho esperança de que a tecnologia de mRNA revolucionará a nossa capacidade de desenvolver vacinas contra outros patógenos, como VIH e Gripe.

A notícia trará esperança às pessoas após uma epidemia que assola há 40 anos com quase 50 milhões de vítimas em todo o mundo. Atualmente mais de 30 milhões de pessoas vivem com VIH em todo o mundo, dos quais cerca de 1 milhão irá morrer da doença em 2021.

PortugalGay.pt (Portugal)

PortugalGay.pt Pocket!   @
©2000-2021 Todos os direitos reservados PortugalGay®.pt